terça-feira, 9 de setembro de 2008

O BRASÃO DE CASTELO BRANCO

créditos - Sérgio Horta

Aqui fica a descrição oficial: escudo de cor verde, com um promontório de prata, nascente de uma campanha ondeada de prata e verde; em chefe; coroa antiga de ouro, com sua pedraria, trespassada por uma espada de prata com punhos de ouro e uma palma do mesmo, passadas em aspa. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro: "CASTELO BRANCO - HORTA"

Informação retirada do site da Junta de Freguesia de Castelo Branco, que pode ser visitado aqui:http://www.castelobranco.org/index.html

Resumindo, o brasão ostenta a coroa, espada e palma da padroeira da freguesia, que é Santa Catarina de Alexandria, bem como o Morro de Castelo Branco.

4 comentários:

Mello disse...

OLá, L.C.!
Mais uma vez, você consegue surpreender-nos com mais um retalho da História das terras açorianas, neste caso, a freguesia de Castelo Branco. O Morro desta freguesia oferece-nos um magnífico pôr-do-sol.

Beijinhos,


Graça Mello

geocrusoe disse...

não conhecia o brasão de castelo branco, simples e com os aspectos mais marcantes da freguesia ou seja, com informação quanto baste e nada a dispersar do essencial. gostei

amg disse...

Olá a todos
Geocrusoe: sabia deste local?
http://www.castelobranco.org/grutas.htm

geocrusoe disse...

ao amg
Claro que conhecia, acompanhei os montanheiros na primeira exploração da gruta e confirmo que foi nessa data que se lhe atribuiu o nome de anelares, exactamente devido à forma das estalactites. até 1996 acompanhei muitas expedições espeleológicas nos açores, por isso sinto-me associado às explorações e descobertas iniciais de várias grutas fora da ilha terceira (que já estavam altamente estudadas), nomeadamente a gruta das Torres no Pico. Mas nunca fui um verdadeiro espeleólogo.