quarta-feira, 7 de maio de 2008

UM VULCÃO DE MUDANÇA

Uma característica, que podemos usar para definir o vulcão dos Capelinhos, foi sem sombra de dúvida a mudança. Esta verificou-se na vida de quase toda a população da ilha, directa ou indirectamente.

video

A possibilidade americana, levou metade da população, principalmente os mais novos, a força de trabalho, só isto deve ter mexido com quase todas as famílias Faialenses. Para aqueles que teimaram em ficar, nomeadamente os habitantes das freguesias mais afectadas, tiveram de se adaptar a novos locais, vidas e realidades diferentes.

Neste pequeno vídeo, podemos ver os trabalhos de limpeza, a destruição provocada pelos sismos e a partida para uma nova vida num pais distante.

check out this week song:

http://to-keep-in-touch.blogspot.com/

3 comentários:

Té la mà Maria - Reus disse...

very good blog, congratulations
regard from Catalonia Spain
thank you

xistosa disse...

Tinha ideia que o Faial tinha sido recuperado depois do sismo.
Ou foi só a cidade da Horta?

Parece-me que alguma incúria já fez desaparecer mais de um terço da ilhota dos Capelinhos.
Não sei até que ponto é verdade.
Pelo menos é o que se consta.

Lc disse...

Caro amigo "xistosa" a cidade da Horta não foi muito afectada pelo sismo, mas sim as freguesias, algumas ficaram mesmo com zonas completamente destruídas. A recuperação infelizmente ainda não chegou ao fim...!

O que está a fazer desaparecer os Capelinhos, é o processo de erosão natural, quer pelo vento, quer pelo mar. Aqui não há incúria de ninguém, a natureza está a seguir o seu curso natural.