sábado, 4 de abril de 2009

O BRASÃO DAS ANGÚSTIAS

créditos - Sérgio Horta

Aqui fica a descrição oficial: Escudo de Azul, três besantes de ouro, carregado cada um de três gotas de negro, alinhados em faixa; em chefe, coração de ouro trespassado por uma espada de prata; campanha ondada de prata e verde, de três torres. Listel branco, com a legenda a negro: "HORTA - ANGÚSTIAS".

As razões para esta simbologia:

Em primeiro lugar, o coração trespassado, símbolo Mariano em tudo ligado à Padroeira da freguesia - Nossa Senhora das Angústias, depois os besantes ligados à família de Josse van Huerter, que além de primeiro capitão donatário da ilha, terá também em conjunto com a sua esposa, iniciado o culto à actual Padroeira. Por fim a alusão ao cachalote, freguesia onde a caça a esta espécie teve grande impacto nas suas gentes e onde se implantou a respectiva indústria.

Nota final - este post só foi possível, com a colaboração dos Serviços da Junta de Freguesia.

Aqui fica também o link, para o site da autarquia:

http://jf-angustias.pt/


2 comentários:

geocrusoe disse...

assim, se bem me lembro, as freguesias de matriz e ribeirinha têm heráldica de estado laico, mais alguma? ou todas as outras se submetem no seu brasão um símbolo católico, independentemente de nem todos os seus residentes confessarem esta religião?... a tradição é ainda muito forte para se separar política/estado e religião.

Luís Correia disse...

É um ponto de vista interessante, nunca tinha pensado nisso, realmente das publicadas até aqui (no blog), a balança está a pender para a religião, mas ainda existe pelo menos mais uma além das que referistes que talvez não tenha, a ver vamos...