sexta-feira, 3 de abril de 2009

SERÁ PARA RIR?



" Sou estudante em Lisboa e residente dos Açores. Como todos os estudantes da nossa ilha regresso a casa na altura da Páscoa. Fiquei muito feliz quando fui informada que nos dias 2 e 14 de Abril existiriam dois voos extraordinários Lisboa-Pico-Lisboa. Sendo assim fiz reserva para o primeiro voo que aqui referi, porque assim não seria necessário fazer escala numa outra ilha, nomeadamente na Terceira, em São Miguel ou no Faial. Já com reserva feita e bilhete "na mão", qual não foi o meu espanto, quando duas semanas antes desta viagem se realizar me informam que, por falta de passageiros para o dia 2 de Abril, o voo havia sido cancelado. Informaram-me ainda que no dia seguinte o Faial terá três voos. Será isto correcto, questiono eu?"


Andreia Rodrigues, in Ilha Maior - 03/04/2009


- Cara Senhora, quando existe 1, 2 ou 3 voos para um destino, é porque a procura é grande, quando na viagem para cá, eram para vir 18 pessoas e no regresso embarcarem 11, num avião que leva 160 passageiros, não se admire de ter sido cancelado. No que respeita ao Faial, foi muito mal informada, pois só existiram 2 voos, um realizado por um A320 e outro por um A319.



"Há uma semanas atrás, como todos se devem lembrar, o senhor presidente da Escola Cardeal Costa Nunes, Manuel Tomás, redigiu um artigo sobre um tema semelhante, mas desta feita, o avião em que este se encontrava tinha uma avaria e, como no Pico não existem técnicos que consigam reparar o avião, esse teve de ir para a Terceira, ficando mais uma vez, como referiu, o Pico como a ilha "gozada" pelos nossos "irmãos" do Faial."


Andreia Rodrigues, in Ilha Maior - 03/04/2009


- Cara Senhora, que diabo tem os Faialenses a ver com as avarias da TAP, mas será que esta gente nunca mais deixa o Faial em paz, temos lá culpa de os vossos voos não terem procura, temos lá culpa de os aviões serem desviados para a Terceira, quem está a tentar convencer de que tendo um voo no dia 2 directo para o Pico, os estudantes dessa ilha, evitam voar para aí, e voam no outro dia para o Faial, sinceramente não tem cabimento nenhum.


Mais uma vez peço, DEIXEM O FAIAL EM PAZ, nós por cá, tanto nos faz que vocês tenham 1 voo por semana, como 10 voos por dia.

*

Nota final - Isto é um sinal claro que o "Triângulo"( 3 ilhas unidas em prol do seu desenvolvimento), dificilmente um dia será um destino turístico, pois, infelizmente o tal ódio intestinal da "velha guarda", já está chegando ás novas gerações, já fui apologista dessa ideia, mas cada vez mais me convenço que é impossível, diariamente folheio a imprensa Faialense, e não vejo nada deste género nos nossos jornais, muito pelo contrário, enfim mentalidades complicadas...

9 comentários:

Anónimo disse...

Mas quem disse que o Ilha Maior, era um jornal?

geocrusoe disse...

cuidado! o projecto do triângulo terá sempre espinhos no seu caminho, mais intensos quando surgidos dentro, mas deve ir em frente de uma forma unida, sustentada e justa. depois dos frutos começarem a surgir, muitos se calarão, outros serão espicaçado de fora para procurar aspectos negativos, mas se houver coragem, honestidade e justiça, o projecto tem pernas para andar. Acredita.

amg disse...

How!!! grande desabafo.
Também eu sou adepto do Triângulo.
Agora sobre o Triângulo muito há a dizer...
- se calhar a primeira é que não é (e provávelmente nunca será) «equilátero»; poderá tender para um «isósceles» (Pico+Faial), mas sinceramente acho que será sempre «escaleno» (Faial->Pico->S.Jorge); é mau? Pessoalmente não o acho, e para ser breve basta cenarizar o «cada um por si» contra um cenário «unitário» - mesmo que desigual. Existe sem dúvida um benefício (óbviamente desigual no início) mas que a prazo beneficia o conjunto. Este benefício terá de ser como diz o Crusoé «sustentada e justa».
- depois há o problema da famosa «massa critica», se comparada com os outros lados do «triângulo regional» (S. Miguel, Terceira). E aqui começa outro «problema»: recursos e dimensão. E o Triângulo só entra neste cenário em conjunto, de outro modo será sempre subalterno na afectação de recursos (cada vez mais escassos) regionais.
- o que leva a um terceiro aspecto: é que só se cenariza esta realidade com dinheiros «de fora», ninguém do Triângulo arrisca, como tal nascem «os espinhos» (quer «naturais» quer alimentados «por fora»).
- finalmente tem de ser um projecto de longo prazo, com as necessárias avaliações intermédias.
Concluo como o Crusoé: «se houver coragem, honestidade e justiça, o projecto tem pernas para andar».
A questão é: haverá?

Luis disse...

"Mais uma vez peço, DEIXEM O FAIAL EM PAZ, nós por cá, tanto nos faz que vocês tenham 1 voo por semana, como 10 voos por dia."

Pois porque não são vocês que tem de atravessar o canal todos os dias, por isso tanto vos faz!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Para quem vem do continente, e nestas lindas ilhas se quer fixar, é triste verificar como as gentes do triangulo se deixam dividir, para alguns reinarem!!!
Num desenvolvimento sustentado não pode haver no triangulo triplicação de Grandes Portos/Aeroportos/Hospitais, etc.
Vão aos paises nordicos e vejam como é.
Sempre houvi dizer que a união faz a força, mais vale um aeroporto Internacional no Faial, que sirva o trangulo do que nada

Paulo Pereira disse...

Caro LC,
não te enerves, relaxa.
Pois, ultimamente as baterias andam mais apontadas para aí.
Mas, ou muito me engano, ou ainda estamos no princípio.
Cumprimentos.

Anónimo disse...

felizmente que a juventude do Pico começou a abrir os olhos...

Lc disse...

Caro anónimo, se esse "felizmente que a juventude do Pico começou a abrir os olhos..." significa que finalmente perceberam que a união faz a força, e que o futuro do triângulo, turisticamente falando só é possível com toda a gente das 3 ilhas unidas, dou-te os meus sinceros parabéns.

Se pelo contrário, esse comentário serve para justificar o escrito no ilha maior, e ou, salientar mais uma vez, que a ignorância da velha guarda foi bem transmitida para as novas gerações, deixa que te diga, esse comentário ainda é mais parvo que o artigo no jornal, pois demonstra que alguns jovens por incrível que pareça, têm orgulho nisso...

Mar de Bem disse...

Oh, minha gente, vamos lá ter juízo!
"P...", ainda não perceberam que só unidos podemos ser ALGUÉM?

Escrevi num blog qualquer que somos HABITANTES DAS MARGENS DO CANAL!!!

Interiorizem isso e quando algum espírito bacoco e estupidamente orgulhoso quiser atiçar ódios antigos e estúpidos, simplesmente IGNOREM!!!

"Vozes de burro não chegam aos céus" ou "os cães ladram e a caravana passa"!

SEJAMOS INTELIGENTES E SOLIDÁRIOS!