segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

O BRASÃO DOS FLAMENGOS

créditos - Sérgio Horta

Aqui fica a descrição oficial: Escudo de azul; em chefe, uma estrela de 16 pontas e duas flor-le-lis, tudo em ouro e ordenadas em roquete; em pontas, burelas ondadas de prata. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com legenda a negro "FLAMENGOS - HORTA".

Justificação para a simbologia:

Segundo a Notícia Histórica do Padre Júlio da Rosa, "os flamengos tomaram como sua padroeira a Nª Sª da LUZ." Como as regras heráldicas não permitem a representação de imagens de santos ou figuras humanas, a estrela de 16 pontas no cimo do brasão (chefe) é a que melhor simboliza a LUZ divina.

Segundo o mesmo documento, o nome da freguesia deve-se aos seus primeiros habitantes - os povoadores FLAMENGOS. Consequentemente a FLOR-DE-LIS vem simbolizar a Casa de Flandres, dos Duques de Borgonha, Filipe o Bom e D.Isabel, filha de D.João I, Rei de Portugal.

A água da ribeira é simbolizada pelas tiras de prata e azul na base do Brasão (ponta). Segundo as regras de ordenação heráldica (Lei 53/91 Artigo 10º alínea a), terá de haver SIMPLICIDADE na simbologia, excluindo, portanto, os elementos supérfluos e utilizando apenas os necessários. A Ribeira e as Bicas representam água, e a repetição da mesma ideia é de evitar como se vê.

Nota final - este post só foi possível, com a colaboração dos Serviços da Junta de Freguesia dos Flamengos.

Como é hábito, aqui fica também o link, para o site da freguesia:



Flamengos.Um Vale de Sonho

2 comentários:

geocrusoe disse...

Uma explicação sem dúvida rebuscada...

xistosa - (josé torres) disse...

Será???

Costumo ser polémico mas só no que consigo dominar.

Os símbolos heráldicos, quero dizer, a maioria foram ... olhe não foram nem são ...
São símbolos e temos que aceitar o que se perpétua há muito tempo.
Um dia hei-de escrever sobre isso, (os símbolos), sem colocar em causa ou querer beliscar o que está escrito aqui.
Aliás nem podia ser.

Quem se dedicou ao estudo deveria ter transmitido, não neste caso, mas em milhentos, o que descobriu e não o que recebeu para escrever ...
Parece que é um mal geral.

Em Espanha até é bem pior ...

Tenho andado um pouco arredado de visitas.
Ando em obras em casa e para melhorar a situação tudo (electrodomésticos e não só) está a avariar.
A velhice atacou a casa toda e os residentes.

Agora já estou mais livre ...

Uma boa semana.